Como ter uma boa noite de sono e acordar disposto?

A insônia afeta milhões de pessoas. Ter uma “boa noite de sono” não é cura somente para os problemas do dia a dia. O não dormir bem pode causar doenças graves e importantes alterações no convívio social, porém na maioria das vezes as causas são o estresse, o pensamento no trabalho, etc.

O sono, independente da duração, deve ser reparador, e a pessoa deve acordar plenamente recuperada do cansaço do dia anterior. Seja uma noite de cinco ou dez horas de sono. Em outras palavras, uma noite de sono foi realmente boa se acordamos dispostos a encarar o dia. Pensando em isso é que preparamos uma serie de dicas para melhorar a qualidade do sono em todas as etapas da vida.

Algumas doenças podem causar irregularidade do sono, se manifestando como despertares frequentes ou pesadelos. Hipoglicemia noturna, comum em pacientes que usam medicamentos para diabetes ou insulina à noite, pode causar pesadelos e agitação no sono. Distúrbios da tireóide, abuso de medicações para indução ou supressão de sono (estas últimas componentes comuns em medicações para redução de peso), também podem alterar o ciclo do sono. 

 Como ter uma boa noite de sono? – Crianças

Crianças com problemas para dormir – Entenda o problema

Porém, hoje em dia, uma nova camada da população está enfrentando esse problema: as crianças. É preciso identificar realmente o problema, para isso é necessário prestar mais atenção no seu filho e se ele apresentar dificuldade para adormecer, ou quando o sono dele for interrompido e ele não conseguir voltar a dormir, aí sim há algum problema, principalmente se o fato se repetir.

A insônia é a ponta de um enorme iceberg, e pode ser o sinal de que alguma coisa perturba a criança.

A insônia pode estar relacionada a problemas físicos; alergias e inflamações, problemas psicológicos; pesadelos e medos, problemas sociais; entrada na escola, separação dos pais ou chegada de um irmãozinho.

A insônia pode resultar em choro fácil, mau humor, dependência dos pais, olheiras, problemas na escola, irritação, e até possíveis problemas de crescimento, já que o hormônio de crescer é liberado durante o sono, Assim que perceber algo diferente é preciso procurar ajuda médica, para ser feito um tratamento individualizado.

Como melhorar a qualidade do sono das crianças?

No dia a dia evite que a criança assista muita TV antes de dormir, ou brinque antes de dormir, isso costuma deixar ela agitada e sem sono. No entanto, por ser uma Terapeuta Floral Quântica, neste caso recomendo o Somathus, Nutrissono e Nutrikids, com resultados muitos satisfatórios no equilíbrio energético durante o sono. 

Como ter uma boa noite de sono? – Adolescentes

Jovens com problemas para dormir – Entenda o problema

Não raro, a privação do sono tem levado os adolescentes a problemas sérios de saúde. Os grandes trapaceiros do sono juvenil são os hábitos da vida moderna e a pressa do dia-a-dia. Além da escola, há uma extensa lista de atividades extracurriculares a ser cumprida. Deve-se levar em conta ainda a agitada vida social (geralmente noturna) a que muitos desses jovens se submetem. 

O grande culpado pelas noites mal dormidas dos adolescentes, porém, está dentro de seus próprios quartos. Nos últimos anos, esse aposento proposto primeiramente ao repouso foi palco de uma invasão tecnológica – televisão, DVD, aparelho de som, computador, videogame, telefone, etc. O quarto foi descaracterizado como local de dormir e os pais perderam o domínio sobre o horário de seus filhos.

O preço da noite mal dormida não é limitado ao cansaço, perda de libido, irritabilidade e falta de concentração do dia seguinte. Estudos revelam que a concentração e os reflexos após uma noite sem dormir ou mal dormida são equiparáveis aos de uma pessoa alcoolizada. 

Contudo, privar-se de um sono reparador, pode causar outras doenças, como hipertensão arterial, obesidade, arritmias cardíacas e diabetes, entre vários transtornos psicológicos, e o mais comum, déficit de atenção. Caso essa falta de sono persista, a pessoa pode até mesmo desenvolver um quadro de depressão. Porém, o uso de medicamentos para dormir não é o melhor recurso, inclusive no caso dos adolescentes, que estão em desenvolvimento.

Como melhorar a qualidade do sono em adolescentes?

No caso de medicamentos de tarja preta, o paciente pode viciar e ficar dependente ou até ter efeitos colaterais, por isso, é preciso primeiro tentar meios alternativos para dormir melhor, como utilizar frequenciais florais, incluindo Nutrissono, em parceria com Centrallis e Calmallis.

Como o sono é delicado, é importante evitar tudo que possa lesa-lo antes de dormir. Para isso é importante termos a higiene do sono, evitando: comer muito, tomar estimulantes como café ou, até mesmo, praticar algum tipo de exercício físico. Ao se deitar, é importante diminuir o barulho e baixar a luz do quarto para deixar o ambiente adequado para uma boa noite de sono. Além disso, uma dica importante é ter um caderno ao lado da cama. Faz bem para anotar as preocupações do dia seguinte e esvaziar a mente.

Como ter uma boa noite de sono? – Adultos e Iosos

Adultos e Idosos com problemas para dormir – Entenda o problema

Estresse, correria e excesso de responsabilidades alem de horários desregrados para trabalhar podem afetar o sono dos adultos. Nos dias que vivemos não raras vezes os adultos levam o serviço alem do horário de trabalho e muitas vezes este os acompanha nos seus aparelhos moveis até quando vão para a cama. O uso cada vez mais estendido dos aparelhos eletrônicos antes de dormir também tem afetado a qualidade do sono desta faixa etária. Os idosos, devido ao envelhecimento, têm a tendência a perder o sono ou ter um sono mais leve, perdendo este por pequenos barulhos ou desconforto e não conseguindo conciliar este novamente.

Como melhorar a qualidade do sono em adultos e idosos?

A dica é a mesma: sempre tentar meios alternativos antes de recorrer a medicamentos para dormir. A “higiene” do sono, a regularização do horário para deitar e até mesmo banhos mornos ou massagens antes de dormir.

Nutrissono antes de dormir pode ser de grande ajuda e Nutreger, além de Centralis. Evite assim os medicamentos, tais como os benzodiazepínicos. Estes, se usados de forma contínua, por mais de um mês, podem gerar consequências sérias, como déficit cognitivo, tonturas, quedas e até mesmo alterações de memória, principalmente em idosos, por isso tais medicamentos são de tarja preta.

Artigo escrito por Meire Vane Prado Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *